Inicial
Saiba mais sobre a intolerância a glúten ou doença celíaca

Sem GlutenO glúten é uma proteína encontrada em quatro tipos de alimentos: trigo, cevada - incluindo o malte, a aveia e o centeio. Qualquer alimento que apresente em sua composição um desses alimentos possui glúten, mesmo que em pequenas quantidades.

A intolerância ao glúten é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten, nestes casos o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia, dor e inchaço abdominal, além de dificultar a absorção de nutrientes.

A intolerância ao glúten é permanente e por isso é necessário retirar completamente o glúten da alimentação para que os sintomas desapareçam, os sintomas mais comuns são:


•    Diarreia frequente, de 3 a 4 vezes ao dia, com grande volume de fezes;
•    Vômito persistente;
•    Irritabilidade;
•    Perda do apetite;
•    Emagrecimento sem causa aparente;
•    Dor abdominal;
•    Abdômen inchado;
•    Palidez;
•    Anemia ferropriva;
•    Diminuição da massa muscular.

Mesmo não apresentando estes sintomas,  a intolerância ao glúten pode ser descoberta após a manifestação de outros sintomas decorrentes da doença, tais como: baixa estatura, anemia refratária, artralgia, prisão de ventre crônica, osteoporose e esterilidade.

O tratamento para intolerância ao glúten é basicamente excluir o glúten da alimentação, substituindo por milho, farinha de milho, fubá, amido de milho, batata, fécula de batata, mandioca, farinha de mandioca e polvilho.Ao retirar o glúten da dieta os sintomas podem desaparecer em poucos dias ou semanas.

Em 2004 entrou em vigor no Brasil a lei que obriga todos os alimentos industrializados a advertir sobre a presença ou não de glúten, através da indicação Contém Glúten ou Não contém Glúten. É muito importante a quem possui intolerância observar essa informação no rótulo do alimento e se não houver nenhuma inscrição, não o consumir.

 

Hiper em Casa